sexta-feira, 19 de março de 2021

ATEÍSMO CRISTÃO

O teísmo cristão (Deus único), é mantido, sem que se perceba, graças e um ateismo implícito dos seus fiéis. Tal fato, no mínimo desconcertante para o senso comum, transmuta-se em ressentimento exalado contra os céticos, os ímpios, os ateus, os agnósticos, os "sem-deus",e outros personagens com epítetos menos votados.Trata-se de um ateismo embutido em forças inconscientes, e por isso, poderoso.É, pois, absolutamente necessário aos militantes da fé, evitar tomar consciência da sua "pouca fé" e para isso ter êxito, acusar o incrédulo como encarnação do Mal e/ou diabolização da existência. O catolicismo ilustra bem tal estado de coisas. É que o cristianismo, como modo de subjetivação secular, matriz de inúmeras religiões, espalha sua miséria psíquica por milhões de almas afundadas na culpa. A vida, como diz Nietzsche, passa então a ser julgada. Não por acaso, o Capitalismo Mundial Integrado (cf. F. Guattari) se serve dessa verdade monstruosa para codificar o desejo como racionalidade do estado, do eu, do indivíduo, da família, da escola, instituições assassinas do desejo, entre outras, circulando pelos quatro cantos da Terra.


A.M.

Um comentário:

  1. Excelente texto
    Mas não supera outros textos seus...
    Todos são excelentes!

    ResponderExcluir