domingo, 31 de março de 2013


Surpresa

Morto ficou na rua 
com um punhal no peito. 
Não o conhecia ninguém. 
Como tremia o farol, 
mãe! 
Como tremia o pequeno farol 
da rua! 

Era madrugada. Ninguém 
pôde assomar-se a seus olhos 
abertos ao duro ar. 

Que morto ficou na rua, 
que com um punhal no peito 
e que não o conhecia ninguém. 

Frederico Garcia Lorca

Um comentário: