sábado, 5 de agosto de 2017

SONHOS DO TÁLAMO

A atual concepção reificada e reificante da mente traduz o ideário psiquiátrico abastecido pela neuromania acadêmica. Assim como os políticos brasileiros são mestres irrepreensíveis na arte de Mentir,o cérebro é tornado Aparelho Neuronal multicolorido (vide imagens ressonantes) a ser consertado, mesmo que não se o diga em discursos exatos. Nem é preciso.Estamos, cidadãos, tão bem formatados pelas sociedades de controle, que a palavra-de-ordem, função da linguagem, passa a constituir o próprio tecido dos sonhos. Sonhos do tálamo. Interpretá-los, ao modo de Freud (A Interpretação dos sonhos, 1900) é injetar micro-doses de conformismo social regadas a neurotranscendências. 

A.M.

Nenhum comentário:

Postar um comentário