sábado, 9 de junho de 2018

45.000

As trágicas mortes, nesta semana, da estilista Kate Spade e do renomado chef Anthony Bourdain chamaram a atenção para um problema de saúde pública crescente nos Estados Unidos. O índice de suicídios cresceu 25% em menos de duas décadas, segundo dados do Centro para o Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), e é a décima principal causa de morte nos EUA. Na metade dos Estados do país, o aumento passou de 30% desde 1999.
As estatísticas publicadas pela agência revelam que cerca de 45.000 pessoas morreram por essa causa apenas em 2016. Mais da metade dos casos registrados, assinala a médica do CDC Anne Schuchat, eram pessoas que não foram diagnosticadas com nenhum problema mental que pudesse levá-las a tirar a própria vida, como a depressão. “É preocupante”, destaca a responsável pelo estudo ao falar da tendência. “Nossos dados mostram que o problema está piorando.”
(...)

Sandro Pozzi, El País, Nova York, 09/06/2018, 09:58 hs

Nenhum comentário:

Postar um comentário