sábado, 30 de junho de 2012

E. GISMONTI - A fala da paixão

3 comentários:

  1. "Por que razão então não temos poder de decisão sobre a morte? Porque a morte pode cerrar os olhos do corpo biológico, mas não os do destino. Isso não significa que Deus é o único a decidir sobre ela - se é que ele existe. Significa que é a morte quem decide sobre você, como nos mitos antigos. Depende de como ela te afeta." (I. N.)

    ResponderExcluir
  2. "Não existe afeto, por exemplo, na morte como condição da existência. A morte como fuga ou como ilusão, presente em alguns casos de suicídio. O próprio Sócrates, idolatrado, foi um burro; já Jesus, não. O primeiro barganhou com a morte através do pensamento. Precursor do cristianismo. O segundo acreditava no amor. O primeiro foi mais precursor do cristianismo do que o segundo." (Isac Neto)

    http://www.youtube.com/watch?v=O6txOvK-mAk

    ResponderExcluir
  3. http://site.ru - [url=http://site.ru]site[/url] site
    site

    ResponderExcluir